Recriar Depressão

DEPRESSÃO NÃO É TRISTEZA; É DOENÇA!

 

Tristeza, infelicidade e melancolia são sentimentos próprios do ser humano e acompanham a humanidade desde a antiguidade. São estados afetivos normais que ocorrem diariamente com a maioria das pessoas, normalmente relacionados a fatos da vida cotidiana, melhorando, naturalmente, após alguns dias.

 

Mas então, o que é a depressão? A depressão é um conjunto de sinais e sintomas que inclui não apenas alterações do humor (tristeza, irritabilidade, falta da capacidade de sentir prazer, apatia), mas também uma série de outros aspectos, incluindo alterações cognitivas e psicomotoras.

 

De acordo com a OMS, estima-se que 350 milhões de pessoas, cerca de 5% da população mundial, sofrem de depressão a cada ano (fonte: OMS, dados de 2012). No Brasil, cerca de 10% da população sofre de depressão.

 

Quando este sentimento de tristeza, acompanhado por falta de ânimo e disposição, incapacidade de sentir prazer em atividades habitualmente agradáveis, alterações do sono e do apetite, pensamentos negativos, desesperança e desamparo se intensificam e comprometem as atividades diárias como trabalho, estudo, relações sociais, há uma forte indicação do quadro depressivo mais intenso.

 

Neste quadro não é a felicidade de viver que se perde, mas sim a vitalidade; apesar da tristeza existir, o deprimido perde a energia e tudo se torna muito difícil como sair da cama, comer, falar com as pessoas, tornando as questões do dia a dia quase impossíveis.

 

Muitas vezes a depressão é vista como uma fraqueza e por isso as pessoas sentem vergonha e não buscam ajuda. Ela pode ser leve, moderada ou severa, mas independente da intensidade, todas merecem especial atenção e tratamento adequado.

 

A depressão deve ser percebida como uma doença grave, restritiva, que contém conteúdos genéticos, alterações bioquímicas e comportamentos, sobretudo psicológicos, e como tal deve ser devidamente tratada por psiquiatras através do tratamento medicamentoso (quando necessário) e psicólogos para o tratamento psicoterapêutico. A depressão tem solução e cura!

Karen T. Bronzate

Psicóloga Clínica – CRP 06/116037

separador.png